Rede Pop

  Assine nossa lista de discussão

Sobre

REDE DE EDUCAÇÃO POPULAR E SAÚDE

A Rede de Educação Popular e Saúde é uma articulação de profissionais de saúde, pesquisadores e lideranças de movimentos sociais que acreditam na centralidade da Educação Popular como estratégia de construção de uma sociedade mais saudável e participativa, bem como de um sistema de saúde mais democrático e adequado às condições de vida da população.

A Rede surgiu em 1998, como uma evolução da Articulação Nacional de Educação Popular em Saúde, criada em 1991 no I Encontro Nacional de Educação Popular em Saúde, realizado em São Paulo.

Ela procura integrar os protagonistas das tão diversificadas iniciativas de reorientação da assistência à saúde e de luta por melhores condições de vida da população que têm se organizado na América Latina, inspiradas na Educação Popular. A integração entre saber científico e saber popular e entre iniciativas de técnicos e e de ativistas de movimentos sociais têm resultado na construção compartilhada de soluções extremamente criativas e mobilizadoras na área da saúde. Até há bem pouco tempo, estas iniciativas se encontravam dispersas, sem uma organização que as tornasse capazes de influenciar mais fortemente no jogo político e institucional em que são definidas as políticas de saúde e de formação de recursos humanos.

Com a estruturação da Rede, passamos a estar presente nos Congressos de Saúde Coletiva, em entidades como a ABRASCO (Assoc. Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva) e na interlocução com o Ministério e Secretarias de Saúde, defendendo os princípios da Educação Popular como instrumento de gestão das práticas sanitárias. Temos realizado eventos nacionais e estaduais, organizamos uma lista de discussão pela Internet e publicamos boletins e livros. Hoje os educadores populares do setor saúde podem se sentir participando de um movimento organizado. A produção teórica sobre este tema aumentou enormemente.